Maurizan reclama de tratamento do Samae a servidor de ecoponto

por Marcos Figueiró última modificação 03/04/2017 08h16

Marcos Figueiró

Assessoria de Imprensa

 

Maurizan Godoi (PSD) reclamou esta semana do tratamento que o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Samae) está dispensando a um servidor que trabalha na guarita do ecoponto do Aterro Sanitário. O vereador contou ter tido conhecimento do caso pela imprensa, que denunciou a falta de teto e bebedouro na guarita em que o servidor trabalha. Segundo o vereador, a situação penosa causa vergonha a qualquer tangaraense.

“Uma pessoa que presta serviço para o Município ter que ficar num lugar que não tem ao menos um teto? A mercê de chuva ou sol, o tempo todo... e não tem nem um bebedouro para o trabalhador... Isso está errado e qualquer pessoa decente é capaz de ver que nisso o Samae está completamente errado”, reclamou o vereador Maurizan Godoi.

O vereador pediu medidas urgentes por parte do prefeito Fábio Junqueira (PMDB). “Se o diretor do Samae não resolveu, está na hora de você resolver prefeito Fábio. Porque eu imagino que você não deve estar a favor de um tratamento desses a um trabalhador”, afirmou o parlamentar.

IMPRENSA - Maurizan ainda elogiou a atitude da imprensa que apresentou o caso ao público. Segundo ele, os próprios funcionários não reclamam de suas condições de trabalho com medo de alguma represália, no entanto, a imprensa cumpre seu papel.

“Nós fiscalizamos, e para isso temos com o fonte aquilo que as pessoas nos contam nas ruas, aquilo que a gente verifica pessoalmente e também aquilo que é divulgado pela imprensa, por isso esse trabalho de divulgação é tão importante”, conclui o vereador.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.